O uso desenfreado (e desorganizado) do Whatsapp pelas empresas

Marketing DigitalNo Comments

You Are Here:O uso desenfreado (e desorganizado) do Whatsapp pelas empresas

whatsapp

A popularidade do WhatsApp é inegável, muita gente usa o aplicativo para trocar mensagens com os amigos / familiares / cônjuges / conhecidos e também para fechar negócios, porque não?

Na última agência que trabalhei, tínhamos grupos com alguns clientes para facilitar a comunicação entre agência/cliente, assim conseguíamos resolver pequenas questões mais rapidamente do que por e-mail.

Toda essa modernidade e facilidade vieram para ajudar a vida do cidadão multitarefa, agilizando contatos e resolvendo problemas sem a necessidade de uma fatídica ligação.

É tudo lindo, é tudo maravilhoso, mas não é bem assim.

Com a facilidade do WhatsApp, as empresas perceberam que é ali que o consumidor está, não importa o segmento da empresa, ela vai ter o cliente inserido no App. Seja ela uma loja que vende jóias finas ou uma loja de pneus usados.

Mas cadê o problema?

Muitas empresas colocam um telefone especificamente para o WhatsApp afim de ter uma comunicação mais direta com os clientes, porém  não pensam na logística, nem na forma de se comunicar.

“Ah vamos colocar aqui o WhatsApp para nossos clientes, é mais uma facilidade para eles!”

Feito da forma certa, é sim.

Mas geralmente, não há uma pessoa designada para fazer essa comunicação, não há uma conformidade de envio de material e nem uma periodicidade adequada.

A pessoa (ou as pessoas) que fica encarregada da comunicação via WhatsApp acaba acumulando outras funções e não dá a devida atenção aos clientes no App, tirando assim a instantaneidade da comunicação, um dos enormes pontos positivos em não precisar telefonar para um estabelecimento afim de resolver um problema ou marcar a hora na manicure, por exemplo.

Textos mal escritos e grande fluxo de informações enviadas em curto espaço de tempo afastam o consumidor da sua empresa.

E por fim, não há uma criação de conteúdo específica para o app, transformando-o assim e mais um spammer ao invés de ser um canal efetivo de vendas.  E ninguém gosta de spam.

No entanto, é possível utilizar essa ferramenta de forma não invasiva e que pode sim converter em vendas? Claro que sim!

Para comunicar de forma interessante e eficaz no WhatsApp alguns pontos precisam ser definidos e estabelecidos:

  • Quem vai manejar o telefone (ou o computador, através do maravilhoso WhatsApp Web) para responder as interações dos clientes?
  •  O que a empresa vai enviar de material para os consumidores?
  •  O cliente está ciente de que vai receber o conteúdo? Ele está de acordo com isso?
  • Que horário será estabelecido para atendimento via WhatsApp?

E por fim, por favor, nada de criar grupos com os clientes sem que eles estejam previamente sabendo e tenham aceito, não há nada mais inconveniente que ser inserido em um grupo de WhatsApp sem pedir.

About the author:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top